e todo caminho deu no mar

e todo caminho deu no mar
"lâmpada para os meus pés é a tua palavra"

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Eli, foto e texto


                                       E queria dizer que algo se prepara,
                                       que a metamorfose
                                       ruge e fia
                                       que a metamorfose
                                       lã e zela.
                                       Faz cera e cala.
                                       Asa.
                                       Zera.


                                          Eli Celso, "Rua do Coração Perdido", 1999

3 comentários:

Pedra do Sertão disse...

Fazia tempo que não vinha por aqui...adorei o poema e o post anterior também!

Abraço,

Araceli

www.pedradosertao.blogspot.com

Nonato Gurgel disse...

É bom ter Pedra do Sertão por perto. Volte sempre, Araceli. bj

Alexandra Moraes disse...

é, poeta,
metamorfoses.
lindo poema!!