e todo caminho deu no mar

e todo caminho deu no mar
"lâmpada para os meus pés é a tua palavra"

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Curso de extensão

 

UFRRJ – IM – DEPARTAMENTO DE LETRAS
Campus de Nova Iguaçu 06/06 a 25/07 - Certificado de 30 h
Professor: Dr. Raimundo Nonato Gurgel Soares

Literatura e margens: escritas do sertão na cultura moderna

Ementa: Os sertões e desertos onde se produzem as memórias culturais e subjetivas nos textos de Euclides da Cunha, Graciliano Ramos, Guimarães Rosa, Clarice Lispector, Juan Rulfo, Vargas Llosa, Ricardo Piglia e César Aira. Nos intertextos com a tradição literária e demais procedimentos culturais deste "cânone", ecoam as vozes de dois "bruxos" atentos ao “instinto de nacionalidade” e aos mitos que o interior e as suas culturas produzem: Machado de Assis e Jorge Luís Borges. Floração da prosa nas margens onde o diferente e o problemático se identificam com o novo em trânsito, o "entre-lugar" onde a unidade não conta. Figurações das identidades multiculturais nas linguagens e na “cor local” onde a vastidão do campo obriga ao corpo a escassez das águas e a idealização das serras. O evangelho da falta nas falas de Antonio Conselheiro, Luiz da Silva, Riobaldo, Macabéa, Juan Preciado e Emilio Renzi. Pegadas destes camponeses, jagunços,  gaúchos, migrantes e mestiços que narram suas fomes neste violento miniSertão de sedes e alguma poesia: “Cada vivente tem o seu sertão. Para uns são as terras além do horizonte e para outros, o quintal perdido da infância” (Oswaldo Lamartine).
 
Plano do Curso 
"Goethe nasceu no sertão"
Guimarães Rosa

06/06 – AULA 1 –  O sertão é o mundo        
História e crítica: Literatura como Missão, Nicolau Sevcenko e
Comunidades imaginadas, Benedict Anderson
Poesia: Retratos relâmpagos, Murilo Mendes
Filmes: Brasil Sertanejo, Isa Ferraz e Viajo porque preciso..., Marcelo G e Karin A

13/06 – AULA 2 – Os sertões e alguma coisa do temperamento nacional
Ensaio e ficção: Os sertões, Euclides da Cunha e A guerra do fim do mundo, Vargas Llosa
Filme: Deus e o diabo na terra do sol, Glauber Rocha e Guerra de Canudos, Sergio Rezende

 04/07 – AULA 3 – “uma rosa de Guimarães nos ramos de Graciliano”
 Ficção: Angústia, Gaciliano Ramos e Grande sertão: veredas, Guimarães Rosa
 Poesia: "Graciliano Ramos", João Cabral de Melo Neto e "Madalena", Ana Chiara
 Filmes: Memórias do Cárcere, Nelson Pereira dos Santos e Cinema falado, Caetano Veloso

 11/07 – AULA 4 – Os sertões de Clarice y el vacío en la tierra de Rulfo
  Ficção: A hora da estrela, Clarice Lispector e Pedro Páramo, Juan Rulfo
  Filmes: A hora da estrela, Suzana Amaral e A paixão segundo C L, Nonato Gurgel (vídeo)

 18/ 07 – AULA 5 – Literatura e margens
 Ficção: Ficções (As ruínas circulares e A forma da espada), Borges e Alvo Noturno, Piglia
 Teoria: Pequeno Manual de procedimentos (A cidade e o campo), César Aira
 Vídeo: miniSertão.com, Arthr S, Gustavo, Gabriele e Mariana



30 vagas
Inscrições até 20 de maio: minisertao@bol.com.br


3 comentários:

Carolina B. A. da Hora disse...

Que fascinante!

Nonato Gurgel disse...

Carolina, seja bem vinda, abraço

Carolina B. A. da Hora disse...

Muito obrigada, Nonato!