e todo caminho deu no mar

e todo caminho deu no mar
"lâmpada para os meus pés é a tua palavra"

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Épico a serviço da causa indígena

Um comentário:

ALÔ! ALÔ! disse...

Sabe o que é mais "legal" nisso tudo? É assistir ao cinema nacional acontecer de verdade,fazendo parte da rotina das pessoas.
Se reconhecer na produção cultural,é fundamental para o fortalecimento da sociedade.É bom a gente falar da gente,ver no cinema,no teatro,na televisão,na literatura,os nossos próprios caminhos,bonitos,feios,certos ou errados.Trazer o Brasil para dentro do brasileiro e de quebra ainda ajudar a construir,lá fora, uma imagem do país que esteja mais perto da real,quebrando o esteriótipo do paraíso tropical,onde carnaval e bunda sejam uma constante.
Ter a oportunidade de,através do cinema,resgatar nossa história,por exemplo,para adolescentes dentro de uma sala de aula,é muito precioso,oxalá saibamos nos aproveitar disso!
Nossa,acho que abusei do verbo!Também quem manda vc tocar em assuntos que me são tão caros?...Se bem que do jeito que sou metida,era capaz de ter opnião até sobre a influência do fio na vida sexual da tomada!
Abraços,Anna Kaum.